Detalhes

  • Última vez online: 11 horas atrás
  • Gênero: Feminino
  • Localização:
  • Contribution Points: 0 LV0
  • Papéis:
  • Data de Admissão: abril 25, 2022

Amigos

Story of Kunning Palace chinese drama review
Completados
Story of Kunning Palace
1 pessoas acharam esta resenha útil
by solyen
Dez 10, 2023
38 of 38 episódios vistos
Completados
No geral 10
História 10.0
Atuação/Elenco 10.0
Musical 10.0
Voltar a ver 9.0
Esta resenha pode conter spoilers

Bravo! Bravíssimo!

O roteiro é bom, os personagens bem construídos e o desenvolvimento do enredo bastante satisfatório.
Quando um drama tem capítulo especial, geralmente, é porque a finalização deixou a desejar, mas neste drama o especial é apenas um brinde da direção com cenas que não foram utilizadas na edição, pois em nada alteram o magnífico trabalho apresentado. Este drama, inicialmente, tinha a previsão de um número maior de capítulos, mas na edição ficaram apenas 38.
A direção conduziu o drama de maneira espetacular, as cenas eram bem acabadas, a coreografia das lutas impecáveis, edição sem erros graves, equilíbrio perfeito na emoção despertada nas cenas e cenário ou CGI maravilhosos. O efeito da borboleta utilizado no primeiro e no trigésimo oitavo capítulo é de uma sutileza indescritível. A ideia genial do diretor de refletir imagens no olho do cavalo e, também, nos olhos do casal protagonista, trouxe brilhantismo ao drama. A captação de cena de chuva no telhado no capítulo 6, remete a ideia de uma "tempestade" se aproximando para modificar os fatos. O diretor Chu Yui Bun costuma utilizar de recursos cativantes e prender a atenção logo nos primeiros capítulos, Neste drama ele tinha, além de seu talento indiscutível, um bom roteiro e um elenco de primeira grandeza. A finalização é bem elaborada e condizente com o desenrolar do trama.
O elenco esbanjou talento, não há nenhum personagem que não tenha sido muito bem representado. Bai Lu brilhou soberana do início ao fim, suas cenas foram viscerais. Senti cada emoção da personagem ao longo dos 38 capítulos, pude rir, chorar, sentir raiva, medo, desejo... A cena da morte de Fang Yin é de partir o coração, não só pelo seguimento da história, mas, principalmente, pela atuação de Bai Lu, seus olhos assumiram toda a dor da perda e depois todo rancor pelo assassino da amiga. Em várias cenas as palavras eram desnecessárias, pois os atores se esmeraram em incorporarem seus personagens.
O figurino é lindíssimo e a trilha sonora agradável.
Esta resenha foi útil para você?