Detalhes

  • Última vez online: 5 dias atrás
  • Gênero: Feminino
  • Localização:
  • Contribution Points: 0 LV0
  • Papéis:
  • Data de Admissão: dezembro 1, 2023
Rurouni Kenshin: The Beginning japanese drama review
Completados
Rurouni Kenshin: The Beginning
0 pessoas acharam esta resenha útil
by Carolina Marques
Fev 17, 2024
Completados
No geral 10
História 10.0
Atuação/Elenco 10.0
Musical 9.0
Voltar a ver 6.0
Esta resenha pode conter spoilers

Um clássico para quem gosta do gênero

A saga de filmes Samurai X: O Filme, Kyoto Inferno, O Fim da Lenda, O Final e o último, a Origem. Eles formam o grupo das cinco histórias todas com o ator que é o meu queridinho do momento Sato Takeru. Não consigo encontrar palavras para dizer o quanto ele é talentoso e lindo! Ele está perfeito no personagem, consegue transmitir nas suas expressões, ternura nos momentos que está mais relaxado e uma impiedade nos momentos mais pesados, dando uma identidade ao personagem de forma perfeita.

Eu comecei a saga por “A Origem” e segui a sequência cronológica da história e não a sequência do ano de lançamento e afirmo que fui conquistada no primeiro segundo do trailer e já percebi que era uma obra prima. Eu nunca assisti o anime e acho que isso contribuiu muito para que eu pudesse ter uma visão da saga sem comparações.
O filme traz a conclusão da saga de Kenshin focando na sua personalidade. Narra os acontecimentos que o levaram a se tornar o personagem que conhecemos e o motivo pelo qual ele parou de matar, além de explicar o porquê de ele possuir uma cicatriz em forma de cruz no rosto e explora o antigo romance dele com a Tomoe.

O filme é mais focado na fase do Battosai “assassino” e já começa com um primeiro ato que é para aplaudir de pé. O cara já começa destruindo tudo com uma espada na boca, a construção da fama de Retalhador já são explorados nas primeiras cenas. O filme apresenta muito bem essa ideologia que ele insiste em lutar até o fim para criar uma “Nova Era”.
É perceptível a diferença de personalidade do Kenshin dos outros filmes da saga para o Kenshin Battosai mostrado em ‘A origem”. Ele tem um semblante triste e pesado, a forma de andar curvada, dorme sentado e alerta, olhar baixo, impiedoso, sem sentimento... Mostra a camada mais intensa do Kenshin que vivia exclusivamente para matar. No outros vemos um Kenshin mais paz e amor, mais leal, mais justiceiro. Mais uma vez meus parabéns para a atuação do Takeru.

Ao cruzar o seu destino com a jovem Tomoe, percebemos que ela despertava o seu lado humano, que aos poucos estava se perdendo, conforme matava mais e mais pessoas pela causa. A partir do momento que ele se muda com a Tameo até as cores do filme mudam, porque aqui ele faz a tal promessa de nunca mais matar o que já nos desenha o porque ele mudou a personalidade que é mostrada de forma mais leve nos outros filmes.

O mais espetacular nos filmes são as lutas, muito rápidas e emocionantes. E é importante citar que praticamente não tiveram dublês o que deixa as cenas de ação muito mais incríveis assim como o desempenho dos atores. Sato Takeru fez todas suas cenas de ação.

O filme é cheio de cenas de ação impecáveis com atuações de ponta. Um clássico para quem gosta do gênero. Me apaixonei por Samaurai X
Esta resenha foi útil para você?