Detalhes

  • Última vez online: 2 horas atrás
  • Gênero: Feminino
  • Localização: São Paulo, Brasil
  • Contribution Points: 0 LV0
  • Papéis:
  • Data de Admissão: abril 18, 2024

AnnyTriz

São Paulo, Brasil

AnnyTriz

São Paulo, Brasil
Completados
O Oitavo Sentido
2 pessoas acharam esta resenha útil
Abr 23, 2024
10 of 10 episódios vistos
Completados 1
No geral 4.0
História 4.0
Acting/Cast 7.0
Musical 5.0
Voltar a ver 1.0

COMEÇOU BEM E SE PERDEU

Gosto da premissa dos personagens e principalmente o início é muito bom, mas alguma coisa aconteceu da metade para o final pois o brilho se perdeu.
Essa é uma história mais profunda e menos romântica (o que já não é muito do meu agrado), nela temos alguns traumas e desenvolvimento de personagens e isso é feito muito bem no começo mas a partir da metade a qualidade cai em níveis absurdos e tudo começa a se arrastar de uma forma dramática até demais e a julgar por algumas cenas eu não tinha muita certeza se eles se amavam ou se eram bons amigos com feridas iguais (até mesmo porque intimidade de casal quase não existe aqui).
E principalmente, após a reconciliação no final alguma coisa foi perdida entre os protagonistas e a química foi extinguida, é até bizarro a mudança drástica que aconteceu.
Enfim, não é ruim mas quando metade da história não é boa ela se torna imediatamente no máximo mediana.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Pit Babe
1 pessoas acharam esta resenha útil
25 dias atrás
13 of 13 episódios vistos
Completados 0
No geral 1.5
História 2.5
Acting/Cast 8.0
Musical 5.0
Voltar a ver 1.0

EU DEFINITIVAMENTE ODEIO O CHARLIE E O WYN É INJUSTIÇADO

Essa é uma daquelas séries em que o roteiro é bom e ele agrada de uma forma geral mas um dos protagonistas me irritou ao extremo, o que acabou transformando a história em uma experiência ruim para mim.
Babe é um personagem impecável mas que se transformava em alguém totalmente sem personalidade toda vez que estava com o Charlie e por conta disso acabava negligenciando todo o resto (principalmente seu melhor amigo).
Eu não aguentava mais olhar pro Charlie, ouvir a voz do Charlie, ver as expressões do Charlie e ver as atitudes do Charlie. Ou seja, eu detesto o Charlie.
O casal coadjuvante é ok, não achei nada demais.
E principalmente, o Way é o personagem mais injustiçado dessa série, absolutamente nada funcionava pra ele e ninguém se esforçava para entender ou estar lá pra ele, e quando isso finalmente aconteceu tomamos um banho de água fria.
Enfim, não me agradou e não assistira de novo.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Não Consigo Te Alcançar
1 pessoas acharam esta resenha útil
Abr 27, 2024
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 1.0
História 1.0
Acting/Cast 5.5
Musical 1.0
Voltar a ver 1.0
Esta resenha pode conter spoilers

MUITO BOBO E SEM GRAÇA

Essa é uma daquelas séries que são bem bobinhas e sem nada de especial, mas mais do que isso ela é ruim.
A premissa da história se baseia em melhores amigos e um acaba se apaixonando pelo outro.
Soa unilateral e é unilateral até o final, porque eu não sinto que o amor é genuinamente reciproco em nenhum momento, parece mais medo de perder.
E é a série inteira num doce absurdo, tanto que só ficam juntos bem no finalzinho.
Não se adequa ao mesmo gosto e eu acho a qualidade ruim, nenhum dos protagonistas é minimamente interessante.


Esta resenha foi útil para você?
Completados
2gether: A Série
1 pessoas acharam esta resenha útil
Abr 22, 2024
13 of 13 episódios vistos
Completados 0
No geral 2.0
História 2.5
Acting/Cast 8.0
Musical 3.0
Voltar a ver 1.0

PURO BROMANCE

Eu acho que uma das maiores dores que tem é ver uma série boa e que começa muito bem rapidamente se perdendo e indo de encontro ao fundo do poço.
O começo dessa série é muito forte e bem construído mas isso rapidamente se perde e logo estamos no meio de uma bagunça.
Se você não soubesse que a proposta é ser um drama de romance você pensaria que está vendo a história de 2 melhores amigos, o casal tinha mais química quando estava fingindo namorar do que quando estava namorando de verdade. A intimidade simplesmente não existe entre esse dois, eles chegam num ponto de morar juntos e não vemos um beijo, uma cena de sexo ou até uma conchinha quando vão dormir, momentos de casal são completamente inexistentes e em nenhum momento eles parecem perdidamente apaixonados, parecem 2 irmãos se provocando.
Sem contar com a infantilidade do Tine, a falta de comunicação e a cena de ciúmes ridícula que aprofunda ainda mais a imaturidade do Tine.
É uma série extremamente fraca no quesito romance, ou seja, não cumpre com o que se propõe.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
My Dear Gangster Oppa
0 pessoas acharam esta resenha útil
13 dias atrás
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 7.0
História 6.0
Acting/Cast 8.0
Musical 5.0
Voltar a ver 2.0
Esta resenha pode conter spoilers

ALGO INCRÍVEL QUE POUCO A POUCO FOI INDO LADEIRA ABAIXO

Vou começar dizendo que eu sou apaixonada pela química entre os protagonistas pois eu já amava "Ai Long Nhai" quando comecei a assistir essa série, mas aqui eu sinto que desperdiçaram um pouco da boa química entre os atores.
Os três primeiros episódios são impecáveis, são bons de verdade e eu não mudaria nada mas depois disso parece que o tom da série muda, Guy é um garoto muito mimado e todas as iniciativas partem do Thiu o que deixa os acontecimentos cansativos e se você junta isso com o fato de que o triângulo amoroso dura a série INTEIRA (mesmo a gente sabendo com quem o Guy vai ficar no final) a coisa se torna quase insustentável.
Do nada o personagem coadjuvante do triangulo ganha muito tempo de tela e mesmo depois de tudo que o Guy passou com Thiu ele ainda está confuso se ama o amigo. É INADMISSÍVEL.
Essa é uma série razoavelmente curta levando em conta tudo que temos no mercado e mesmo assim perderam tempo com coisas que ninguém estava interessado ao invés de focar no desenvolvimento do casal e no casal secundário que foi totalmente deixado de lado então as cenas deles pareciam bobas e rasas.
E uma das premissas da história que era os jogos que eles jogavam também foi desperdiçada.
Eu me mantive aqui até o fim porque gosto muito dos protagonistas mas foi triste ver algo bom se perdendo com o passar dos episódios.
Eu detesto triângulo amoroso e aqui ele se manteve até o final, o casal principal foi pouco desenvolvido e com poucos momentos realmente românticos, o casal coadjuvante foi uma piada e só o começo vale realmente a pena.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
O Amor É Melhor na Segunda Vez
0 pessoas acharam esta resenha útil
17 dias atrás
6 of 6 episódios vistos
Completados 0
No geral 6.5
História 6.5
Acting/Cast 8.0
Musical 1.0
Voltar a ver 2.5

UM AMOR CONFUSO MAS AINDA SIM UM BOM AMOR PARA REVIVER

Essa é uma história de dois garotos que estavam juntos na escola mas por conta de um mal entendido acabam se separando e agora anos depois eles se reencontram.
A história é interessante e os protagonistas tem uma ótima química, só achei que poderiam ter otimizado tempo com as tramas paralelas porque no final não agregaram em nada.
Em alguns momentos eu não entendia se o Iwanaga Takashi realmente amava o Miyata Akihiro no presente ou se ele ainda estava descobrindo isso e eu não entendia muito bem se o Miyata Akihiro queria mesmo essa relação ou não porque ele nunca esclareceu as coisas do passado e ficava sofrendo a toa, mas no geral é uma boa série e cumpre o que promete.
As cenas íntimas são excelentes e a trama tem uma boa duração.
Não é memorável, mas é boa.
Fun Fact: em vários momentos eu sentia que o Miyata Akihiro parecia o Type de "TharnType". Não tem nada haver com a personalidade e atitudes do Type e sim o olhar, um pouco do jeito, eu senti isso várias vezes e achei engraçado kkkkk.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
The Sign
0 pessoas acharam esta resenha útil
19 dias atrás
12 of 12 episódios vistos
Completados 0
No geral 5.0
História 5.0
Acting/Cast 8.5
Musical 4.0
Voltar a ver 1.5

ATÉ A METADE É PERFEITO MAS DEPOIS VIRA UMA GRANDE BAGUNÇA

Essa é uma daquelas séries que você começa e não consegue mais parar, você quer assistir o tempo todo para saber o que vai acontecer em seguida mas chegando na metade a qualidade cai drasticamente e você só quer que acabe logo.
Os primeiros episódios são perfeitos e logo somos introduzidos aos elementos místicos, no começo esse artifício é usado de forma ok mas conduziram as visões e suas variáveis muito mal ao decorrer da história levando tudo ao fundo do poço.
A relação entre Tharn e Phaya começou bem, foi bem construída, mas como eu disse anteriormente os elementos místicos comprometeram o desenvolvimento deles deixando tudo muito maçante com um problema atrás do outro.
Parece que eles queriam mostrar tanta coisa ao mesmo tempo que acabaram se perdendo, num determinado ponto eu não aguentava mais as investigações, o médico, a burrice do Tharn e o jeito emocionado do Phaya.
Eu só queria terminar logo mas os problemas não acabavam nunca. Você não tinha uma pausa para relaxar.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Sukiyanen Kedo Do Yaro ka
0 pessoas acharam esta resenha útil
19 dias atrás
10 of 10 episódios vistos
Completados 0
No geral 1.0
História 1.0
Acting/Cast 7.0
Musical 1.5
Voltar a ver 1.0
Esta resenha pode conter spoilers

IMPOSSÍVEL SHIPPAR O CASAL PRINCIPAL QUANDO TUDO É HORRÍVEL

Que tristeza que foi assistir isso.
Começando pelo mais básico, os protagonistas não combinam de forma alguma, é mais do que falta de química eles simplesmente parecem desproporcionais juntos e a parte visual é importante para te manter interessando, como eu não tive isso a história já começou muito mal.
O dono do restaurante é mil vezes mais interessante que o funcionário de escritório. Sakae era muita areia pro caminhãozinho do Hisashi que claramente não o merecia.
Hisashi se comporta de maneira tão irracional e egoísta durante toda a série que eu sinceramente preferia o Sakae com o ex dele.
Acho que esse é o ponto central e foi a gota d'água pra mim, o ex namorado do Sakae era muito mais interessante que o Hisashi, ele era mais bonito, tinha mais atitude, parecia verdadeiramente apaixonado pelo Sakae apesar do passado e eles com certeza tinham mais química.
Além disso tivemos problemas inúteis no final que levaram a relação deles ao fundo do poço pra mim, Sakae foi trouxa ao extremo nessa relação relevando tudo e tentando fazer funcionar (mas só ele cedia), eu definitivamente não os queria juntos e isso é a pior coisa que você pode desejar assistindo um BL.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Pastsenger
0 pessoas acharam esta resenha útil
21 dias atrás
12 of 12 episódios vistos
Completados 0
No geral 7.0
História 7.0
Acting/Cast 7.0
Musical 2.0
Voltar a ver 3.0
Esta resenha pode conter spoilers

SÉRIE MUITO INTERESSANTE APESAR DO ROMANCE FRACO

Já vou começar rebatendo os comentários dizendo que o final passa uma vibe de predador sexual. Parece que vocês não assistiram a série e obviamente são complexados com diferença de idade (sendo que os dois são adultos), vocês precisam de muita terapia pra saber diferenciar uma relação realmente abusiva de uma que não é, porque essa não é. Vocês precisam parar de problematizar cada coisinha que vocês veem sem analisar a situação, essa é uma atitude extremamente infantil de gente que ainda não entende como a vida funciona e reproduz tudo que vê na internet.
Agora vamos falar da série.
Essa é uma história que te prende, gosto de muitas coisas nela mas o romance em si acabou sendo deixado um pouquinho de lado, sinto que não tivemos o suficiente de romance mas o roteiro como um todo te mantem aqui.
As atuações não são as melhores do mundo mas são convincentes, essa série é uma boa pedida pra você que quer algo um pouquinho diferente mas ainda dentro de um contexto universitário.
No final acontece uma coisa que não precisava e quebrou a magia da série sem necessidade alguma (você vai saber o que é quando ver) e foi difícil continuar sem se irritar a cada minuto, mas deu "tudo certo" no final.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Be Mine SuperStar
0 pessoas acharam esta resenha útil
23 dias atrás
12 of 12 episódios vistos
Completados 0
No geral 4.5
História 4.5
Acting/Cast 7.0
Musical 2.0
Voltar a ver 1.0
Esta resenha pode conter spoilers

O CASAL SECUNDÁRIO É A MELHOR COISA DESSA SÉRIE MAS TEVE POUCO TEMPO DE TELA

Vamos por partes.
1° A premissa era boa mais foi mal desenvolvida;
2° O casal principal não tem química e muitas cenas dão muita vergonha alheia por conta do Punn que é um personagem tão chato que chega a ser irritante;
3° O casal secundário é muito superior ao principal mas tiveram pouco tempo de tela;
4° (ALERTA DE SPOILER) Ainda falando sobre o casal secundário, aquela cena de traição facilmente perdoada no final é intragável pois mostra justamente que por não ter tempo de tela tudo foi corrido, inclusive os conflitos e resoluções
5° As cenas sexuais são muito boas e salvam esse drama

No geral essa é uma série meia boca mas uma coisa ou outra se salva. É tolerável.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
The Middleman's Love: Uncut
0 pessoas acharam esta resenha útil
23 dias atrás
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 5.5
História 5.5
Acting/Cast 7.0
Musical 5.0
Voltar a ver 1.0

IMPOSSÍVEL GOSTAR DO JADE E TODOS OS COADJUVANTES SÃO MAIS INTERESSANTES QUE ELE

Já avaliei essa série na versão normal e agora estou apenas agregando pontos dessa versão sem cortes.
Todos chegamos a conclusão que o Jade é insuportável e aqui infelizmente não é diferente, os acréscimos apenas adicionam uma cena ou outra com consistência.
As cenas sexuais são boas e é apenas isso, todo o resto continua igual ao que nós vimos na primeira versão.
Todos os coadjuvantes são mais interessantes que os protagonistas.
Amo minhas migalhas de King e Uea e gostaria de ver mais do Bas.
Essa série não faz jus a perfeição que é "Bed Friend".

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Amor de intermediário
0 pessoas acharam esta resenha útil
23 dias atrás
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 5.5
História 5.5
Acting/Cast 7.0
Musical 5.0
Voltar a ver 1.0

QUANDO FOI QUE O JADE FICOU TÃO CHATO?

Essa série vem logo após "Bed Friend" que é uma das minhas séries favoritas de todos os tempos mas nessa aqui a qualidade caiu muito.
Em "Bed Friend" o Jade era engraçado e inocente na medida (era até mesmo fofo), mas aqui eles exageraram demais no quesito comédia e ficou parecendo uma série infantil, você sente muita vergonha alheia em várias cenas.
Jade e Mai não funcionam pra mim, a química é baixa e eles são bem sem graça, eu estava muito mais interessada em tudo que estava acontecendo ao redor com todos os outros personagens do escritório.
Eu gostaria muito de ter visto mais do Bas, ele e seus problemas pareciam muito mais interessantes que todo o resto, e é claro que eu estava obcecada por cada migalha de King e Uea porque eu sou apaixonada por eles.
Enfim, o que segurou minha nota na média foi a comedia paralela que estava acontecendo no escritório, os personagens coadjuvantes e o carinho que eu tenho por "Bed Friend".

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Cooking Crush: Uncut Version
0 pessoas acharam esta resenha útil
23 dias atrás
12 of 12 episódios vistos
Completados 4
No geral 6.0
História 6.0
Acting/Cast 9.0
Musical 5.0
Voltar a ver 2.0

SÉRIE GOSTOSINHA PARA PASSAR O TEMPO

Essa é uma daquelas comédias românticas que você da play quando quer algo para passar o tempo e não quer pensar em nada, é uma série fofa e engraçada.
Ela cumpre muito bem seu papel e a química entre os protagonistas é boa, só não é uma das minhas favoritas do gênero apenas por gosto pessoal.
Em alguns momentos ela se esforça demais para ser correta e isso é um passo atrás pra mim.
E tem mais humor do que romance, então perde mais alguns pontos comigo.
É uma série ok e gostosinha para passar o tempo, eu vejo que muitas pessoas avaliam as séries daqui de forma muito obcecada pelos atores e pelo que esperam deles, mas eu mesma não me interesso por isso, nunca sei nome ou vida de ninguém que interpreta esses personagens, eu só dou play e vejo se gosto ou não.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Dinosaur Love
0 pessoas acharam esta resenha útil
25 dias atrás
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 4.5
História 4.5
Acting/Cast 4.0
Musical 2.0
Voltar a ver 1.0

AS ATUAÇÕES SÃO BEM FRACAS MAS O ROTEIRO NÃO É DE TODO MAL

É obvio que a atuação dos protagonistas é bem amadora e particularmente não acho que eles sejam muito bonitos e com uma boa química para serem protagonistas mas o roteiro é até que aceitável.
Rak é um personagem totalmente sem sal e me lembrou muito o Tawan de "My Ride" que é outro personagem completamente sem graça e sem personalidade, mas aqui apesar do Rak ser bem sem gracinha ele ainda tem uma coisa ou outra aceitável por conta do roteiro.
Dino era para ser um bad boy mas em nenhum momento eu sinto isso, parece que eles não entendem como um verdadeiro bad boy deve se comportar porque aqui temos apenas um apaixonado.
O romance é extremamente lento até a metade mas depois a história da uma boa engrenada (diferente das outras séries que começam bem e vão decaindo da metade para o final).
Em situações normais Rak e Dino não tem química aparente mas as cenas sexuais funcionam muito bem e trazem uma intimidade necessária para a história.
A trama também apresenta uns cortes muito bruscos que evidenciam uma edição amadora.
Essa definitivamente não é uma série perfeita mas vale você dar uma chance se quer algo para passar tempo, você pode gostar de uma coisa ou outra.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Proposta Perfeita
0 pessoas acharam esta resenha útil
25 dias atrás
6 of 6 episódios vistos
Completados 0
No geral 7.0
História 7.0
Acting/Cast 9.0
Musical 2.0
Voltar a ver 4.0

UMA BOA HISTÓRIA QUE PRECISAVA DE MAIS EPISÓDIOS

Essa é uma daquelas série fofas e intimistas (o que particularmente me agrada muito), mas precisava de mais alguns episódios para desenvolver o romance.
Os protagonistas são bonitos e o primeiro episódio é simplesmente impecável, eu não mudaria nada nele, e depois vamos acompanhando a dinâmica deles morando juntos quando o Hiro trabalha demais e o Kai está apegado a ideia de que eles estão prometidos um ao outro desde crianças.
Toda a história faz muito sentido mas poderíamos ter perdido algumas cenas de escritório para dar espaço a cenas românticas, mas o ideal seria uma quantidade um pouco maior de episódios para vermos como o Hiro vai lidar com o trabalho a partir de agora tendo um namorado e como o Kai vai superar o fato de sempre ter sido deixado de lado e agora ter alguém que o ame.
É uma boa série mas poderia ter sido muito melhor se tivéssemos mais tempo.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?