TharnType: A série (2019) poster
7.6
Sua Avaliação: 0/10
Avaliações: 7.6/10 de 42,712 usuários
# de Fãs: 66,804
Resenhas: 390 usuários
Classificado #5152
Popularidade #127
Fãs 42,712

Type Thiwat foi vítima de abuso sexual infantil. Sua experiência fez com que ele desenvolvesse sentimentos extremos em relação aos homens. Ele voltou todo o ódio que tem pelo seu abusador contra todos os membros da comunidade LGBTQIA+. Mesmo que não tenha muitos problemas para fazer amizade com outros homens, ele simplesmente não consegue suportar homens gays. Type agora é calouro na universidade e está entrando em um novo capítulo de sua vida. Ávido fã de futebol, amante de comidas picantes e gentil com todos ao seu redor Type está certo de que vai se dar muito bem nessa sua vida universitária. No entanto, quando seu novo colega de quarto, Tharn Kirigun, entra em sua vida, todos os sonhos de Thype de uma vida maravilhosa em seu tempo de universidade se despedaçam. Tharn é tudo o que o Thype aprendeu a odiar: ele é abertamente gay. Determinado a forçar Tharn a sair do dormitório, Type faz tudo o que está ao seu alcance, mas não consegue o que deseja. Tharn, no entanto, se mantem firme e se recusa a ceder diante da hostilidade aberta de Type. Sem outra solução a não ser aceitar seu destino, Type e Tharn se assentam em seu espaço compartilhado. Será que esse tempo que passarão juntos servirá para diminuir a tensão que existe entre ele, ou será que isso só servirá para deixar as coisas piores? (Fonte: Viki) ~~ Adaptado do romance "TharnType's Story: Hate You, Love You More" (TharnType Story เกลียดนักมาเป็นที่รักกันซะดีๆ) de MAME. Editar Tradução

  • Português (Brasil)
  • 한국어
  • 日本語
  • ภาษาไทย
  • País: Thailand
  • Tipo: Drama
  • Episódios: 12
  • Exibido: Out 7, 2019 - Jan 6, 2020
  • Exibido em: Segunda
  • Original Network: One 31
  • Duração: 55 min.
  • Pontuação: 7.6 (scored by 42,712 usuários)
  • Classificado: #5152
  • Popularidade: #127
  • Classificação do Conteúdo: 18+ Restricted (violence & profanity)

Onde assistir TharnType: A série

iQIYI
Subscription (sub)
Viki
Subscription (sub)

Elenco e Créditos

Resenhas

Completados
Apaixonada por BL
2 pessoas acharam esta resenha útil
Ago 27, 2022
12 of 12 episódios vistos
Completados 0
No geral 10
História 9.0
Acting/Cast 10
Musical 10
Voltar a ver 10
Esta resenha pode conter spoilers

Uma das melhores da minha vida

Estamos em 2022, e em meio a um lançamento de uma nova série da Mame, uma nova onde de hater surgiu, e eu senti a necessidade de vir falar um pouco sobre a primeira temporada de TharnType.
Esse é um dos BL's de estimação para mim, de vez em quando, em meio a uma extensa lista de mais de 400 Bl's assistidos entre 2007 e 2022 de diversos países da Ásia, eu o revisito e mato a saudade desses personagens tão complexos e que me cativaram tanto.

A polêmica inicial se deu em volta de todo o universo Mame, que abrangia Love by chance e TharnType, as duas séries se passam de forma paralela uma à outra. Há quem ame, há quem odeie, mas pouca gente ficou indiferente, e independente da onda de hater a série se configurou um sucesso estrondoso, alavancando a carreira dos protagonistas e a autora, bem como a produtora Me Mindy.

Minha singela opinião sobre essa série: MARAVILHOSA. Tem defeitos? Óbvio! Mas nada, absolutamente nada consegue tirar a genialidade dessa obra. A maior parte do hate se concentra em 3 pontos:

1. A relação entre Tar e Tun:
É fato que aparentemente eles são irmãos, existe uma polêmica que iniciou em Love by chance e vai se estender até a segunda versão de TharnType e A chance to love, e na minha opinião é um furo no roteiro. Vi várias pessoas falando que a novel explica, mas muitas pessoas (incluindo eu) não leem a novel, e nem querem ler. No momento que a obra é adaptada para a TV, se essa problemática tão delicada vai ser abordada, é interessante que seja explicada. Até hoje não entendi se eles são meios-irmãos, irmãos por afinidade, o pai de um casou com a mãe do outro, qualquer coisa que esclarecesse de vez a polêmica do amor de Tun por Tar.

2. A personalidade de Type
Essa é a situação que mais passo pano, quem não gosta, paciência. Cuide da sua opinião que da minha cuido eu.
A série é uma obra de ficção. Type é um jovem extremamente homofóbico, até mais que o normal, agressivo e com um péssimo temperamento. Essas características foram o suficiente para o linchamento virtual feito pelos juízes de plantão. Na minha opinião, Type foi abusado sexualmente aos 13 anos de idade, teve esse estupro exposto e mesmo sendo criança precisou sofrer e ver sua família sofrer lidando com essa situação. Após isso, foi criado longe de todos que pudessem "oferecer perigo", e só agora saiu das asas de sua família por causa da universidade. Existir uma fobia por gays, no caso dele, é totalmente justificável, quem foi abusado consegue entender os medos, inseguranças e traumas terríveis que são levados por toda a vida. O que os haters não entendem, é que a intenção da série (a meu ver), é justamente mostrar esse lado terrivelmente ferido, que ataca pra se defender, e mostrar toda a mudança ocorrida nele no decorrer da série, graças ao amor e a paciência de Tharn. Ao final da série, não se reconhece mais o Type dos primeiros eps, mesmo depois de assumir seu amor por Tharn ele continuava escondendo do mundo, mas a aceitação não acontece de uma hora para outra, principalmente quando existe uma personalidade com tantas chagas, tentando aceitar em si próprio aquilo que ele sempre odiou. Depois do choque de realidade, de ter medo de perder Tharn, ele admitiu seu erro e passou a se modificar, no final ele se transformou num homem totalmente apaixonado, altruísta, que colocou seu amor em risco para expor o vilão e salvar a reputação do seu rival no amor, ao entender que ambos passaram por um sofrimento semelhante. Outro ponto sobre a auto aceitação de Tharn, vai ficar visível no episódio especial, quando conhecermos seu pai totalmente homofóbico, ao contrário da família de Tharn, que sempre o acolheu e aceitou como ele é. Detalhes como ele pedir desculpas ao amigo, e mesmo sem perder o respeito por seu pai por um minuto sequer, lutar para que sua família aceite Tharn, é um dos principais pontos da mudanças dele.

3. Abuso sexual e ciúme excessivo de Tharn
Sim, não concordo com essa parte, até destoa da personalidade mostrada por Tharn, me senti enojada quando vi ele beijando e tocando Type enquanto ele dormia. Mas também vi o arrependimento dele, o desespero ao saber do passado de Type, e depois disso, nunca mais houve nada sem consentimento. Ele suportou abusos físicos e verbais, desprezo, abandono, mas não desistiu de lutar por Type. Em relação ao ciúme, vi o hate mas não vi o motivo. Sinceramente, achei Type muito mais ciumento do que Tharn, nem quero debater isso. Uso do termo "esposa"? Era 2019, infelizmente era algo natural na Tailândia e que só agora vem sendo modificado. Eu reitero a crítica sobre a situação não explicada ao público entre os irmãos Tar e Tun, e o fato de que Tharn também teve sua primeira relação sexual com 14 anos, e deixa claro que não gostou, ele também foi abusado e não vê isso como abuso, e a série passou pano pra essa situação. Por último, quero falar do vilão, Lhong. A série foi perfeita na construção do vilão. Até o dia em que ele soube do relacionamento de Tharn e Type, eu jamais diria que ele seria um vilão realmente, e ainda depois desse dia, eu ainda acreditei por algumas vezes que o vilão seria Tar. O ator (Kaownah) merece todos os aplausos pois sua atuação foi genial, tanto que o vilão terminou aclamado pelo público, e não odiado como ocorre normalmente. O problema que envolve o fim e o vilão, é a passada de pano fenomenal para os crimes que ele cometeu. Caraleo, ele contratou 3 caras para estuprarem o garoto, destruiu a vida e o psicológico do menino, prejudica a vida de várias pessoas e não tem nenhuma punição? WTF!


A série como um todo tem uma história maravilhosa, roteiro muito bom, direção nem se fala, a fotografia da série é linda e a ost uma das melhores que já vi. A atuação pra mim, com certeza 10/10. A química entre Mew e Gulf é algo realmente surreal, chega a deixar dúvidas se é realmente interpretação (Alice falando). Poucas séries tem um casal tão absurdamente perfeito em cena como eles dois, nas cenas quentes, nos beijos, nos olhares, a tensão sexual, tudo entre eles é muito intenso e sensual, fora que são dois gostosos. Não foi à toa que o casal recebeu o prêmio de melhor beijo do ano, e foi um beijo no pé!!! Atuação e química, conceito, coesão e aclamação. O final dessa série é algo espetacular, um dos melhores episódios finais que já vi.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
18months
2 pessoas acharam esta resenha útil
Fev 14, 2021
12 of 12 episódios vistos
Completados 0
No geral 8.5
História 8.0
Acting/Cast 8.5
Musical 3.0
Voltar a ver 8.0

big reputation

Falar de Tharn e Type é como pisar em ovos né? Fandom grande, bastante incomodado, mas algumas coisas precisam ser ditas, pelo menos assim eu acho. eu escrevi uma critica quando assisti mas não achei justo continuar com ela. Essa primeira temporada foi boa, muito boa na verdade. Sim o Type dá uns vacilos enormes que incomodam muito quem esta assistindo e isso é culpa do roteiro que talvez não tenha ( ou tenha) sido muito bem pensado. A produção da serie é realmente boa não deixa a desejar, a parte delicada em se falar de Tharn e Type é a historia, pra os militantes é tremendamente horrorosa, pras tias passadoras de pano é a historia perfeita e pra mim é apenas mais uma historia, sim o ciúmes do Type e a desconfiança do Tharn são insuportáveis. Mas em muitos momentos a gente consegue esquecer tudo isso, os atores são muito bons! a atuação é realmente boa, tanto o antagonista quanto os principais conseguiram vestir a camisa da historia e dar vida a esses personagens tão... interessantes. Obvio que a audiência sabe logo de cara quem é o vilão só que ele consegue cativar tanto que você consegue sentir muito ódio por ele, os casais secundários foram muito bons uma pena não ter um spin off pra cada um, a ost é mediana, mas o que realmente carrega a reputação da serie é a química do casal principal e isso é bom.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?

Recomendações

2gether: A Série
Junto Comigo: A Série
SOTUS
KinnPorsche
TharnType 2
Viciado

Detalhes

  • Drama: TharnType: A série
  • País: Tailândia
  • Episódios: 12
  • Exibido: Out 7, 2019 - Jan 6, 2020
  • Exibido On: Segunda
  • Original Network: One 31
  • Duração: 55 min.
  • Classificação do Conteúdo: 18+ Restrito (violência e palavrões)

Estatísticas

  • Pontuação: 7.6 (avaliado por 42,712 usuários)
  • Classificado: #5152
  • Popularidade: #127
  • Fãs: 66,804

Principais Contribuidores

edições 46
edições 34
edições 23
edições 23

Notícias e artigos

Listas populares

Listas relacionadas de usuários
BL / Gay (*Rated Order*)
653 titles 2825 loves 46
Thai BL Master List
687 titles 1496 loves 11

Assistido recentemente por