Detalhes

  • Última vez online: Abr 23, 2024
  • Gênero: Feminino
  • Localização: Brazil
  • Contribution Points: 0 LV0
  • Aniversário: August 16
  • Papéis:
  • Data de Admissão: agosto 6, 2016
Completados
Jazz for Two
2 pessoas acharam esta resenha útil
de Lua
Abr 16, 2024
8 of 8 episódios vistos
Completados 0
No geral 6.5
História 7.0
Acting/Cast 9.0
Musical 5.0
Voltar a ver 4.0

Tão fraca que não teve forças pra contar tudo.

Fui assistir essa série despretensiosamente, mas os primeiros capítulos foram acima da expectativa; e eu realmente estava esperando que fosse se tornar muito boa. Mas conforme o desenvolvimento, parece que a história começou a se perder cada vez mais e mais.
Mas antes, vou citar os pontos que eu achei positivos nela. A premissa é interessante: ela consegue te prender no início da história e atiçar sua curiosidade para saber o que vai acontecer dali em diante; a atuação é boa, e acho que os atores conseguiram trabalhar muito bem no que foi entregue a eles; a música e a fotografia são decentes, mas nada que chame tanto a atenção.
A história tem alguns furos e muitas falhas no desenvolvimento. O protagonista é um pianista apaixonado por jazz, mas que vive com um pai muito exigente, restrito, e que desaprova que ele pratique qualquer outra coisa que não seja música clássica. Isso não é spoiler. Tudo isso nos é apresentado nos primeiros minutos da série, e é por muitos episódios uma GRANDE parte da trama principal; mas assim que ela deixa de ser conveniente pros roteiristas, ela é simplesmente descartada sem qualquer conclusão.
E acredite, falta de conclusão é o que não falta nela toda. Constantemente você vai receber muitas informações que vão começar a ser desenvolvidas, jogadas pra debaixo do tapete e depois completamente esquecidas. E dá pra entender que isso pode ser pela falta de tempo, já que não é uma série muito longa, mas se você não tem tempo para desenvolver tantas coisas diferentes assim, você simplesmente NÃO introduz elas.
E isso sem falar da passada de pano que os tópicos mais sensíveis recebem. No fim todos eles se resolvem com um belo "desculpa" e acabou o problema. Desenvolvimento dos personagens? Não teve. Consequências pelas atitudes deles? Adivinha: também não teve. Coesão? UAU, que inesperado, TAMBÉM NÃO TEVE.
Por fim, é uma história que consegue te entreter e que tinha um bom potencial; mas que conseguiu falhar em quase tudo que ela se propôs.

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?