Detalhes

  • Última vez online: 23 horas atrás
  • Gênero: Feminino
  • Localização:
  • Contribution Points: 0 LV0
  • Papéis:
  • Data de Admissão: fevereiro 6, 2024

Amigos

The Impossible Heir korean drama review
Completados
The Impossible Heir
2 pessoas acharam esta resenha útil
by bia
Abr 8, 2024
12 of 12 episódios vistos
Completados 2
No geral 1.0
História 1.0
Atuação/Elenco 6.0
Musical 6.0
Voltar a ver 1.0
Esta resenha pode conter spoilers

Impossible de assistir

O principal problema desse dorama é que não nos importamos com nenhum personagem, no máximo com a pessoa do ator que seria aqui o Lee Jae Wook, que aparentemente é o mais conhecido devido ao megahit alquimia das almas, e o Lee Jun Young, que eu particularmente não conhecia mas é evidente que o escolheram para um pseudo bromance com o Jae wook, na minha opinião essas histórias são tudo queerbating, sabem que quem assiste são essencialmente mulheres que querem ver dois homens juntos, qualquer página que se entra ta lá o machista/misógeno criticando a protagonista feminina.

Nesse ponto nesse dorama específico vou ter que concordar com essas pessoas, a atriz é muito fraca carece de uma aulas de atuação e também não tem carisma, voltamos ao ponto inicial colocaram uma mulher insossa para as desavisadas ficarem shipando os dois homens, sabemos que devido a homofobia da sociedade não teremos atores desse cabarito fazendo Bls tão cedo, isso é o caso da Coréia porque sabemos que em Holiwood qualquer ator faria exceto os epúblicanos fãs de Trump e cia.

Mas agora voltando a essa questão inicial, NÃO NÃO ACHO QUE SEMPRE DEVA TER ROMANCE, sim essa é uma questão de biting nessas obras o roteirista sabe que ás pessoas vão perder tempo shipando e esquecer os buracos do roteiro, essa obra em vários momentos nos perguntamos mas porque esse fulano está agindo assim qual a sua motivação? e fomos respondidos óbvio que não. Trama coorporativas em sua regra já são chatas, se não tiver uma pitada de bons personagens para nos importarmos pior ainda. O Personagem de Jun Young meio perdido ali na salada do roteiro teve um fim tráfico, péssimo para os números altíssimos de suicídio na Coreia ainda tivemos esse péssimo exemplo e uma crítica a sua atuação, amigo você não está interpretando o coringa(joker) o que foi essas caretas cartunescas só porque você é o vilão? está precisando dosar um pouco melhor.
Esta resenha foi útil para você?