Meu País: A Nova Era (2019) poster
8.4
Sua Avaliação: 0/10
Avaliações: 8.4/10 de 8,987 usuários
# de Fãs: 24,909
Resenhas: 72 usuários
Classificado #867
Popularidade #607
Fãs 8,987

No final do período Goryeo, a Coreia se dividiu entre os líderes que proclamavam uma nova era e as pessoas comuns que arriscavam tudo o que tinham. (Fonte: Netflix) Editar Tradução

  • Português (Brasil)
  • 中文(台灣)
  • Arabic
  • magyar / magyar nyelv
  • País: South Korea
  • Tipo: Drama
  • Episódios: 16
  • Exibido: Out 4, 2019 - Nov 23, 2019
  • Exibido em: Sexta, Sábado
  • Original Network: jTBC Netflix
  • Duração: 1 hr. 20 min.
  • Pontuação: 8.4 (scored by 8,987 usuários)
  • Classificado: #867
  • Popularidade: #607
  • Classificação do Conteúdo: 15+ - Teens 15 or older

Onde assistir Meu País: A Nova Era

Netflix
Subscription (sub)

Elenco e Créditos

Resenhas

Completados
Srta Jane
4 pessoas acharam esta resenha útil
Fev 9, 2020
16 of 16 episódios vistos
Completados 1
No geral 8.0
História 7.5
Acting/Cast 10
Musical 10
Voltar a ver 5.5
Esta resenha pode conter spoilers
Particularmente não curto dramas históricos e nunca quero assistir porque não fazem o meu estilo, mas certo dia estava procurando algo diferente para assistir e encontrei esse drama no catálogo da Netflix.

E preciso dizer que me rendi a esse drama nos primeiros episódios, a história é muito interessante, me apaixonei por alguns personagens e amei a OST.

Esse sem duvidas é um daqueles dramas que te fazem querer maratonar todos os episódios de uma vez só, já que sempre terminava de um jeito que me deixava ansiosa para ver o que viria a seguir. Por isso, sempre digo que o ritmo desse drama é maravilhoso principalmente se você estiver a procura de algo empolgante.

E o que era aquele protagonista?

Eu me apaixonei a primeira vista pelo Seo Hwi, por sua personalidade, seu comportamento e até mesmo seu visual e olha que esse ator nunca foi um dos meus oppas favoritos, mas a atuação dele estava sensacional nesse papel.

Percebe-se que o foco dessa história nunca foi o romance, portanto, temos pouquíssimas cenas de interação entre o casal principal! Mas do pouco que vi achei que eles eram muito fofos juntos.

Preciso dizer que temos personagens bem odiosos nesse drama e que cumpriram muito bem seu papel como vilões que eram. O Nam Jeon, pai do Nam Seon-Ho então nem se fale.

Yi Bang-Won roubou totalmente a cena em varias ocasioes nesse drama, era um personagem com caracteristas muito fortes e marcantes, seus trejeitos tambem era muito divertido de ver. Preciso dizer que fui completamente enganada pelas aparencias e sequer cheguei a suspeitar que era ele que estava por traz da morte do pai do Hwi. Me senti traida quando soube da verdade, já que me peguei torcendo por ele durante o drama todo, e nunca torço para vilões.

Achei que a história poderia ter terminado perfeitamente por volta do episodio 13 quanto o Nam Jeon morre naquela revolta. O que aconteceu depois disso eu sinceramente não gostei, particularmente não gosto dessa sensação de que o mal venceu no final e foi justamente isso o que aconteceu.

O meu problema nem foi a morte dos protagonistas em si. Sim, aquela cena foi muito trágica sem duvidas, mas sinceramente acho muito estranho que mesmo sabendo como o principe Yi Bang-Won era traiçoeiro, eles escolheram confiar em sua palavra naquela altura do campeonato e se sacrificarem pelo bem das pessoas que queriam proteger. Faria muito mais sentido se mostrasse eles lutando até a morte e do que o final que vimos.

Resumindo eu gostei de varias coisas nesse drama menos do final!

Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?
Completados
Neo
0 pessoas acharam esta resenha útil
Jul 19, 2023
16 of 16 episódios vistos
Completados 0
No geral 8.0
História 8.0
Acting/Cast 10
Musical 9.0
Voltar a ver 1.0
Esta resenha pode conter spoilers

Até onde você vai pela sua crença?

My Country: The New Age é um drama que faz um retrato 50% fiel aos fatos históricos e 50% fiel ao que o roteirista queria. A trama é intrinsecamente muito redonda, desde que boa parte de sua base provém de fatos históricos, onde na realidade não há distinção entre bom ou mal. Planificando todo o drama nós podemos perceber as linhas tênues construídas entre o bem e o mal, os personagens redondos — não são bons nem ruins — e o poder das relações humanas.
A verdade é que My Country não é um drama feito na intenção de documentar um fato histórico e sim de ilustrar (muito bem ilustrado) o poder que as relações humanas tem no mundo ao nosso redor. Somos colocados na pele de dois protagonistas de realidades diferentes, com angústias, medos, ambições completamente paralelos. Os personagens da trama são extremamente redondos e tornam a linha tênue entre o bem e o mal cada vez mais embaçada.
É nesse sentido que eu gostaria de destacar o personagem interpretado pelo Woo Do Hwan, Nam Sun Ho. Parece que os roteiristas investiram bastante nele, pois o personagem possui uma construção muito bem estruturada. As nuances, características e singularidades de Sun Ho foram muito bem interpretadas pelo Woo Do Hwan, tornando extremamente fácil empatizar com ele, afinal quem nunca quis passar a faca na garganta né?
Eu sinto que 90% dos personagens dessa trama não podem ser encaixados em rótulos de "bom" ou "mal". Não há vilões e heróis, há apenas humanos lutando pelo que acreditam. É nesse ponto que notamos como cada um toma decisões diferentes, sejam elas as piores ou as melhores. Cada um tem seus pontos de vistas diferentes.
Um detalhe interessante que não pude deixar de notar foi o fato de que Seo Hwi, Nam Sun Ho e Lee Bang Won são personagens com muitas semelhanças entre si, desde pontos em suas personalidades como de pessoas que eles têm ao seu redor, como por exemplo cada um dos três ter um companheiro fiel à si que o acompanha e protege até a morte.
Infelizmente nem tudo é perfeito, em My Country: The New Age, é desenvolvido um romance secundário entre Seo Hwi e Han Hee Jae. Sinceramente eu não assisti quase nenhuma cena deles dois, percebi que o romance deles não acrescenta em absolutamente nada na história, é fútil e desnecessário, nem todo drama precisa de um romance, especialmente quando já temos na história inteira o drama de dois amigos, que se tornou imensamente mais interessante que esse casal.
Me sinto um pouco triste com o fato de que o começo de My Country foi ótimo, as personagens femininas tinham relevância, eram fortes e necessárias para a história, no entanto o drama foi rolando e essas personagens se tornaram cada vez mais apagadas e inúteis. A presença delas se tornou tão indiferente conforme algumas foram morrendo e outras onde o roteiro simplesmente resolveu torná-las apenas alguém que fala muito, mas tem pouca importância. No final a Hee Jae só parecia ter ficado na história porque tinha um romance com Seo Hwi.
Apesar de tudo, esse drama me entreteu bastante. Os episódios eram frenéticos e diferente da maioria dos dramas, não era uma coisa arrastada e chata. Foram 16 episódios que eu assisti sem dormir, foram 16 episódios onde eu pude ter uma visão ampla até onde alguém pode ir por um amigo querido, por uma ambição, pelo orgulho e pela sua crença.


Leia Mais

Esta resenha foi útil para você?

Recomendações

Hwarang
Hwarang
Hwarang
O Indomável
Guerreiro Baek Dong Soo
Amantes da Lua

Detalhes

  • Drama: Meu País: A Nova Era
  • País: Coreia do Sul
  • Episódios: 16
  • Exibido: Out 4, 2019 - Nov 23, 2019
  • Exibido On: Sexta, Sábado
  • Original Network: jTBC, Netflix
  • Duração: 1 hr. 20 min.
  • Classificação do Conteúdo: 15+ - 15 anos ou mais

Estatísticas

  • Pontuação: 8.4 (avaliado por 8,987 usuários)
  • Classificado: #867
  • Popularidade: #607
  • Fãs: 24,909

Principais Contribuidores

edições 81
edições 39
edições 35
edições 30

Notícias e artigos

Listas populares

Listas relacionadas de usuários
Most Romantic kdrama ever made.
173 titles 1739 voters 126 loves 43
Best of Netflix
78 titles 58 loves 1

Assistido recentemente por